Renascimento #1 | O começo de uma nova era no Universo DC

Após o final das mensais Liga da Justiça e Superman, ambas do período Novos 52, a DC entraria em uma nova fase envolvendo uma ameaça muito maior do que qualquer um dos personagem, seja herói ou vilão, jamais teria enfrentado. Um inimigo ou um grupo de inimigos que pretendem começar uma guerra contra os maiores heróis da Terra, essa é a ideia proposta em Universo DC: Renascimento #1 .

Essa edição especial é um ponto de partida para a grande trama que passaria a abranger todas as mensais da editora, a destacar crossovers entre publicações como Batman / Flash: O Bóton além de mini-séries lançadas como o caso de Doomsday Clock. A revista foi lançada em um volume único no mês de maio de 2016 com o roteiro de Geoff Johns e para a arte houve a contribuição de diversos artistas que já vinham participando em publicações mensais da DC como Ivan Reis, Ethan Van Sciver, Phill Jimenez e Gary Frank que também foi responsável pela capa.

A história é um vislumbre de uma série de eventos que estariam por vir em todo o Universo DC a partir de tudo o que foi contado em Os Novos 52. O leitor segue o ponto de vista de Wally West, o Kid Flash chegando a assumir o manto do herói Flash após a morte de Barry Allen. Em sua narrativa é contado a respeito de uma série de eventos, relações, fatos e até mesmo personagens e grupos que foram esquecidos na fase anterior da editora. Tudo isso baseado na explicação de que alguém roubou dez anos de todo o Universo DC, modificando de forma extremamente significativa a linha temporal. Esse fato explica o porquê de mudanças tão drásticas ocorridas enquanto se contava novas origens de diversos personagens da DC durante o arco Os Novos 52.

A história usa do vínculo entre Wally West e seu ídolo e treinador Barry Allen como a base para mostrar que estes personagens esquecidos não foram simplesmente apagados, mas alguém ou alguma coisa fez isso e seus motivos ainda não estão claros. Outro destaque é o personagem Mr. Oz, cuja a primeira participação acontece no final de Os Novos 52, um homem envolto em muito mistério e demonstra um interesse muito particular no Superman (afinal, a identidade secreta de OZ é Jor-El, o pai do Homem de Aço) que surgiu do mundo Pré-Flashpoint. Geoff Johns utiliza a edição para levantar uma série de mistérios que devem ser revelados durantes as mensais de diversos personagens do Universo DC. A capa da edição apresenta uma referência a pintura “A Criação” de Adão de Michelangelo, contribuindo para que leitor pense em diversas teorias de quem seria o possível responsável por toda a mudança

Universo DC: Renascimento é o ponto de partida para uma série de novas aventuras. A leitura gera a expectativa de ser um prelúdio para algo muito diferente do que já foi desenvolvido em toda a história recente da editora.

Fã de quadrinhos, séries, filmes e games.
Apaixonado por DC de Grant Morrison a Alan Moore, mais um privilegiado de estar no amado Terraverso. 

Ricardo dos Santos

Fã de quadrinhos, séries, filmes e games. Apaixonado por DC de Grant Morrison a Alan Moore, mais um privilegiado de estar no amado Terraverso. 

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.